MLB faz parceria e realiza projeto para desenvolver o beisebol no Brasil

A Major League Baseball (MLB), principal liga da modalidade no mundo, em parceria com a Confederação Brasileira de Baseball e Softball (CBBS), realizou nesta semana uma importante iniciativa para o estímulo do esporte no Brasil com crianças no Estado de São Paulo.

O “Play Ball”, como é chamada a atividade, tornou-se uma ação importante para a criação do vínculo do esporte com o público infanto-juvenil durante a temporada do beisebol, principalmente nas datas especiais da temporada americana como os playoffs e a World Series, como é chamada a grande decisão do campeonato.

Além de terem contato com o esporte que não é muito difundido entre os brasileiros, as crianças convidadas tiveram contato com jogadores brasileiros profissionais da MLB e contaram com eles como “instrutores”. As crianças ainda experimentaram a prática de um mini-jogo, duelo de rebatidas, treino de agilidade, arremessos e roubo de bases, atividades comuns durante uma partida de beisebol.

A parceria da Liga com as prefeituras de Arujá, Indaiatuba e Atibaia é uma continuação do projeto que já aconteceu no ano passado em outras cidades que também desenvolvem o esporte. Em Ibiúna, por exemplo, agora existe a extensão da ação que sai de apenas um dia para o ano todo em dez escolas municipais.

Kim CG, atual vice-presidente sênior de operações da Major League Baseball e ex-assistente manager tricampeã com o New York Yankees, falou sobre o projeto aqui no Brasil.

“A MLB está feliz em anunciar essa parceira entre a US Baseball, a CBBS e a Prefeitura de Ibiúna e de apresentar o projeto ‘Fun at Bat’, que chega pela primeira vez ao Brasil, um projeto de introdução de beisebol justamente na cidade onde fica o centro de formação de atletas do esporte no País”, afirmou. “Um dos principais pontos do evento é a parte social, com foco na formação de caráter do jovem atleta, de liderança, trabalho em equipe e responsabilidade”, acrescentou.

Beisebol no Brasil

Atualmente, o beisebol no Brasil tem caráter amador, incluindo o campeonato nacional, e é pouco divulgado. Boa parte dos praticantes são descendentes de japoneses, nação que tem grande ligação com o esporte.

Na MLB, o Brasil tem, atualmente, apenas Yan Gomes nas grandes ligas. O atleta do Washington Nationals atua como catcher e foi campeão da World Series em 2019.

Entretanto, o Brasil tem bons prospectos. Eric Pardinho, por exemplo, joga nas ligas menores do Toronto Blue Jays, é a principal esperança do Brasil entre arremessadores e foi considerado um dos melhores da posição para a idade. Recentemente, no entanto, ele passou por uma cirurgia delicada no cotovelo e voltará a jogar apenas em 2021.